Como aproveitar ao máximo sua assinatura do YouTube Music

Escrito por Marcelo Augusto em 18 de maio de 2022

Compartilhar:

Como aproveitar ao máximo sua assinatura do YouTube Music

Para o bem ou para o mal, serviços de streaming como Spotify, Apple Music e YouTube Music dominaram a indústria da música. Os serviços de streaming fornecem uma biblioteca de música nova e em constante crescimento e algoritmos que fornecem música com base em suas preferências. Um problema com esses serviços de streaming é que os algoritmos nos quais eles se apoiam são falhos, e cada serviço de streaming é um pouco diferente em termos de interface do usuário, sugestões e coleta de dados. Se você acabou de mudar para o YouTube Music, temos algumas dicas e truques sobre como maximizar sua experiência e aproveitar ao máximo o impressionante algoritmo de sugestões do YouTube.

Como configurar e personalizar o YouTube Music

Quando você se inscreve no YouTube Music, muitas das opções nas configurações são desativadas por padrão. Você deve entrar nas configurações e ajustar coisas como qualidade de áudio, configurações do equalizador, preferências de localização e opções de histórico de reprodução ao seu gosto. Nem todas as opções na página de configurações do YouTube Music mudarão significativamente sua experiência de audição, então vamos ver quais você deve ajustar e por quê.

Adicione seus artistas favoritos

O YouTube Music é principalmente baseado em algoritmos. Isso significa que o algoritmo sugerirá músicas que você acha que você gostará com base nas informações que você fornecer. O YouTube Music solicita detalhes sobre seus artistas favoritos quando você abre o aplicativo pela primeira vez (muito parecido com o Spotify), e essa informação é o primeiro passo para informar ao algoritmo que tipo de música você deseja ouvir.

No entanto, não entre em pânico se você não selecionou todos os seus favoritos. Você pode retornar à página Escolha alguns artistas que você gosta navegando até Configurações, rolando até o final da página e tocando em Melhorar suas recomendações. Você também pode atualizar seus artistas favoritos à medida que seu gosto muda, para refinar ainda mais suas recomendações.

Faça upload de sua própria música

O YouTube Music tem mais de 50 milhões de músicas disponíveis, mas no caso improvável de a banda indie local não ter sua música na gigante plataforma de streaming, você pode enviá-la para o YouTube Music para ouvir e adicionar playlists junto com todas as outras músicas do YouTube Music. Você só pode fazer upload de músicas por um Desktop, mas é definitivamente um bom recurso de se ter.

Nota: A música que você envia para o YouTube Music está disponível apenas para você. Se você incluir qualquer música enviada em uma lista de reprodução e compartilhá-la com um amigo, as músicas simplesmente não estarão lá para seu amigo. Da mesma forma, a música que você enviar não afetará as recomendações que o YouTube Music fornece a você. Se não estiver disponível no YouTube Music, o algoritmo não terá informações suficientes para basear as recomendações nela.

Ativar ou desativar recomendações por localização no YouTube Music (sua escolha)

O YouTube Music desativa automaticamente as recomendações baseadas em localização quando você se inscreve pela primeira vez. Você pode ativar as recomendações com base na localização diretamente pelo app YouTube Music (Configurações -> Privacidade e localização -> Pausar recomendações com base na localização para este dispositivo — desative essa opção para ativar as recomendações com base na localização) ou gerenciando o histórico de localização de sua conta do Google (que você também pode acessar na página de privacidade e localização do YouTube Music selecionando Histórico de localização, escolhendo sua conta do Google e ativando ou desativando o histórico de localização em sua conta do Google selecionando Ativar ou Desativar). Se a sua cena musical local não é tão interessante, você provavelmente deve deixar isso desabilitado.

Baixe músicas manualmente ou automaticamente

Uma das melhores vantagens de ter uma assinatura do YouTube Music Premium, ou praticamente qualquer outra conta de música premium, é poder baixar músicas e ouvi-las enquanto você não está conectado. O YouTube Music permite que você baixe qualquer música, álbum ou lista de reprodução simplesmente pressionando longamente o que deseja baixar e selecionando Baixar no pop-up que aparece.

O recurso de downloads inteligentes do YouTube Music leva os downloads um passo adiante. Os downloads inteligentes (quando ativados) farão o download inteligente de suas músicas favoritas para o armazenamento interno ou cartão SD do seu telefone. Para ativar os downloads inteligentes, vá para Configurações -> Biblioteca e downloads, role para baixo até a parte inferior e ative os downloads inteligentes. Depois de ativar a opção, você também pode ajustar exatamente quanto de seu armazenamento usar para o recurso de downloads inteligentes.

Otimize a qualidade de áudio e o uso de dados do YouTube Music

A qualidade do áudio é subjetiva. Você pode gostar de graves pesados, mas seu amigo pode preferir vocais limpos e um palco sonoro mais amplo. Dessa forma, vale a pena reservar um tempo para configurar seu perfil de som ao seu gosto. A primeira opção de áudio que você provavelmente deve atualizar, a menos que sua conexão com a Internet seja muito lenta, é definir a qualidade de streaming em Wi-Fi (Configurações -> Qualidade de áudio em Wi-Fi) para Sempre alta para garantir que a fidelidade máxima de áudio seja mantida.

Se você tiver problemas com conectividade de Internet ruim ou um plano de dados limitado, poderá reduzir a qualidade do streaming para Normal ou Baixa. Você também pode ativar algumas outras opções de economia de dados na página Configurações. Não reproduzir videoclipes converterá videoclipes para somente áudio, Limitar o uso de dados móveis reduz o uso de dados quando estiver fora do Wi-Fi, a opção Baixa qualidade em Qualidade de áudio em dados móveis também ajudará a reduzir o consumo de dados, e definir Mostrar miniaturas animadas como Nunca também ajudará a reduzir o uso da rede.

Na página Configurações, você também deve navegar até Qualidade de som e efeitos -> Equalizador e selecionar uma predefinição que soe bem aos seus ouvidos usando o dispositivo de áudio que você costuma usar. Você também pode ativar e ajustar o Dolby Atmos se o seu dispositivo for compatível.

Como seus hábitos de escuta afetam sua experiência no YouTube Music

Se você escuta músicas com muita frenquencia, vale a pena ajustar um pouco seus hábitos para maximizar a qualidade de suas recomendações do YouTube Music. Claro, o algoritmo é bom e continuará melhorando, mas precisa de informações para aprender. Existem algumas maneiras de treinar o algoritmo e algumas configurações que você pode ajustar se o treinamento não estiver indo como planejado.

Curtir, não gostar, pesquisar e pular músicas para melhores recomendações

Se você não gostar de uma música recomendada pelo YouTube Music, pule ou clique em não gostei. Da mesma forma, você deve curtir as músicas que você gosta. Parece trivial, mas considere quantas vezes você acabou de escutar uma música que não gostou porque “São apenas 3 minutos, quem se importa?” Se você não contar, o YouTube Music não tem como saber que você não quer ouvir as músicas de que não gosta.

A busca direta de músicas treina o algoritmo e também ensina suas preferências. Se você estiver disposto a sair do seu caminho para encontrar e ouvir uma música, você deve gostar, certo? O YouTube Music também usa o histórico de pesquisa e exibição de seus dados do Google e do YouTube para fornecer melhores recomendações. No entanto, isso nem sempre é útil, portanto, você pode desativar o recurso abrindo o aplicativo YouTube Music, navegando até Configurações -> Privacidade e localização e verificando as opções Pausar histórico de exibição, Pausar histórico de pesquisa ou Pausar recomendações baseadas em atividade (este último pausa as recomendações baseadas em localização, pesquisa e observação). Você também pode excluir o histórico de pesquisa e localização desta página se quiser redefinir as recomendações em algum grau.

Enquanto estiver na página Privacidade e localização, você pode dar uma olhada nas opções de histórico do Google Play Music disponíveis lá. Se você usava o Google Play Music antes de o Google o desligar, convém ativar a opção Usar o histórico do Google Play Music para importar seus hábitos de audição do aplicativo antigo e tornar suas recomendações mais precisas.

Como redefinir as recomendações no YouTube Music

Às vezes, o algoritmo simplesmente não quer funcionar. Se você tentou pausar as recomendações baseadas em local e atividade, bem como o histórico de exibição e pesquisa, e ainda está recebendo recomendações ruins, pode limpar suas recomendações do YouTube Music. Para limpar as recomendações do YouTube Music em dispositivos móveis, toque na foto do seu perfil no canto superior direito para acessar as opções da sua conta, navegue até Configurações -> Privacidade e localização e encontre as opções Gerenciar histórico de exibição, Gerenciar histórico de pesquisa e Gerenciar histórico de localização. Cada uma delas precisará ser excluída manualmente, mas assim que você abrir cada uma delas, você poderá encontrar a opção excluir e selecionar o período para o qual deseja remover seu histórico de audição.

Limpar o histórico de exibição, localização e pesquisa também excluirá essas informações de cada aplicativo respectivo. O YouTube excluirá o histórico de vídeos, o Google Maps excluirá seu histórico de localização e a Pesquisa do Google excluirá o histórico de pesquisa

O YouTube Music não é sua única opção

Embora as plataformas de streaming e seus algoritmos devam facilitar as coisas, e você não precise se preocupar com as pequenas coisas, pelo menos agora você sabe como entrar no âmago da questão do YouTube Music, se necessário. Se você acha que o YouTube Music não é para você, talvez deva experimentar uma das outras alternativas de streaming. Apple Music, Spotify, Deezer e várias outras plataformas de streaming oferecem áudio de alta resolução para você.

Marcelo Augusto